Blog


Essa é mais uma dúvida frequente que surge entre os pacientes da clínica Dr. Gilberto Lahorgue Nunes. O médico cardiologista esclarece que depende do objetivo da realização do cateterismo, se para diagnóstico ou se para tratamento.

Confira as orientações:

Se for um cateterismo para diagnóstico, o que se recomenda é não pegar peso no dia em que o exame foi realizado. A partir do dia seguinte, pode se retornar às atividades usuais.

Se for um cateterismo para realização de um tratamento de doença cardíaca, a possibilidade de pegar peso vai depender das seguintes situações:

  • O tipo de doença
  • Se o procedimento foi bem sucedido
  • Se o problema foi completamente resolvido
  • Se não houve nenhuma complicação durante a internação hospitalar, que geralmente dura, pelo menos, 24 horas após a realização do procedimento.

Se o tratamento foi bem-sucedido e o problema resolvido, é possível voltar a pegar peso em poucos dias após a alta hospitalar.



O médico cardiologista Dr. Gilberto Lahorgue Nunes esclarece mais uma dúv ida frequente de seus pacientes.

Para voltar a correr após um cateterismo, vai depender do objetivo desse procedimento: se foi um cateterismo para diagnóstico ou se foi para se realizar o tratamento de alguma doença cardíaca.

No caso do cateterismo diagnóstico, recomenda-se que as atividades físicas sejam retomadas no dia seguinte ao exame. Isso, se a análise não mostrar nenhum problema cardíaco que necessite de tratamento invasivo.

Quando se refere a um cateterismo realizado para tratamento de alguma doença do coração, depende do resultado dessa intervenção: se o procedimento foi realizado com sucesso, se o problema que motivou o tratamento foi completamente resolvido e, também, de quando a alta do hospital vai ocorrer.

Normalmente, quando se faz um cateterismo para tratamento, é necessário ficar 24 horas internado. A recomendação é de que, estando tudo bem e com o problema resolvido, haja um retorno gradual às atividades físicas, de maneira que, após 15 ou 20 dias após a realização do tratamento, o indivíduo possa retomar as suas atividades físicas totais, ou seja, pode retornar a fazer o que praticava antes, inclusive correr.

 

Créditos: Freepik

 


Dr. Gilberto Nunes | Todos os Direitos Reservados

Agência Ibr Marketing Digital